6 de jul de 2010

Como especificar internet empresarial?

Começo este post fazendo uma pergunta: Alguma empresa tem condições de operar sem uso de internet? A resposta é: não. Mesmo que o produto não seja oferecido via internet, certamente algum processo interno depende da rede mundial. Seja a nota fiscal eletrônica,  comunicação via e-mail ou envio de dados para a contabilidade. É um pré-requisito para  decidir onde instalar um escritório. Portanto, saber especificar uma rede internet de qualidade passa a ser um diferencial ao SysAdmin ou consultor. 

Que tipo de serviço e quantos mb devo contratar? Devo ter um ip fixo? Vou precisar de roteador e de firewall?

São questões importantes que precisam ser analisadas visando a qualidade do serviço. Por exemplo, pequenas empresas que farão uso da internet para envio de notas eletrônicas, acesso a sistema de e-mail's e comunicação do tipo Msn, Skype, Google Talk, normalmente não precisão de um ip fixo e uma banda entre 2 e 5 mb é o suficiente para uma rede de até 15 máquinas, considerando que farão uso para trabalho. Mesmo sem um ip fixo, é possível o acesso remoto através de softwares que atualizam o ip em um DNS. Neste caso, a conexão pode ser via Adsl.

Caso a empresa necessite de servidor de e-mail interno ou servidor web, acesso remoto com maior garantia e eventualmente VPN, é indispensável o uso de ip fixo. Importante perceber que mesmo na tecnologia Adsl, as operadoras oferecem um número ip que pode ser utilizado sem problemas do ponto de vista técnico, porém, o Adsl não é um serviço garantido, tem taxa de download diferente de upload e sem garantia de banda, uma vez que utiliza rede da classe residencial. Além disso, o suporte também é mais demorado em caso de problemas nas rede.

Tanto no primeiro quanto no segundo caso, a empresa não terá custo alto com este tipo de conexão, sendo que no segundo cenário, terá uma taxa mensal em virtude do ip fixo. Além disso, é utilizado  modem Adsl também de baixo custo, o qual também pode atuar como roteador da rede.  As empresas tendem a contratar o Adsl por seu baixo custo, porém não é o ideal para todo tipo de aplicação.


Cenários maiores, com mais usuários, que demandem necessidade de banda com melhor desempenho e garantia de suporte, onde seja necessário hospedar servidores web,  e-mail, vpn , dns, o tipo de conexão a ser usada para internet passa para outras soluções mais robustas, com range de ip fixos maiores o que permite ajustes de serviços de forma escalonada, tanto de dns quanto de vpn por exemplo. Este tipo de conexão é a melhor sem dúvida, já que a conexão é direta com o backbone da operadora passando por equipamentos mais seguros do que nos casos do Adsl. Naturalmente, por sua qualidade e suporte, o preço pode variar até a 20x o valor que se pagaria em um Adsl com ou sem ip fixo. Nesta situação também é exigido o uso de um roteador de melhor qualidade, exceto para algumas operadoras que utilizam fibra e entregar somente o rang ip através de um conversor ótico. Perceba que a diferença fundamental entre as tecnologias Adsl e um Ip fixo de qualidade pode parecer muito sutil à primeira vista, mas do ponto de vista técnico, a mudança é d'agua pro vinho, inclusive, a rede Adsl não tem uma boa reputação quando se comunica no envio de e-mail para outros servidores. 


Qualquer que seja o cenário escolhido, todo bom Sysadmin deve pensar fortemente em utilizar um sistema de firewall  na sua rede, atuando também como roteador. Os modens Adsl e roteadores, tem um firewall embutido, mas não são equipamentos nos quais se possa confiar os dados de sua rede. Quando for contratar estes serviços com sua operadora, já terá uma boa idéia do que contratar. 
Pense nisso e se tiver dúvida ou sugestão, ficarei feliz em responder.